[LEITURA] Tudo e Todas as Coisas | Everything Everything

by - janeiro 23, 2020


Vindo aqui pra falar de mais uma leitura finalizada recentemente, e estou me sentindo orgulhosa de mim mesma por começar o ano e já finalizar um livro, e que minha meta de ler mais este ano estar mais acessível, ok, este meio que já estava adiantado, mas apesar de não fazer muito tempo que eu terminei de lê-lo, ele ainda está bem claro em minha mente já que eu também acabei de ver o filme também, então meio que também posso compará-lo e olha devo dizer que não tem falhas, e eu ainda não posso dizer qual é meu favorito.

Sinopse: Madeline Whittier é portadora de IDCG, uma doença que faz com que sua imunidade seja quase inexistente, deixando-a despreparada para o contato com o mundo exterior. Com isso, desde bebê ela é criada em um ambiente controlado sob o olhar atento da mãe, que é também sua médica e da enfermeira Carla.

Depois, da sinopse você já deve meio que ter uma impressão sobre a jovem Madeline né? Ela fica apenas presa em sua casa fazendo leitura, resenhas, tendo aulas online e fazendo maquetes arquitetônicas com astronautas, vive com apenas sua mãe já que seu pai e seu irmão morrem quando ela ainda é jovem, tem um rotina trancada nos próprios ares, em meio que uma redoma, e querendo descobrir mais do mundo exterior e conhecer o mar.

"Maddy, todo o oceano merece ser visto por você."

Porém, tudo muda quando uma família se muda para a casa ao lado e ela logo avista Olly, um garoto que tem mais ou menos a sua idade, e que parece a ter notado também. Madeline poderá não apenas encontrar um amizade, mas também um grande amor e até descobrir mais do mundo a lado de Olly, mas como ir adiante com algo que parece inatingível e impossível?

No começo até parecia ser aquelas histórias de romance super clichê, mas gostei de como ela se desenrolou e como Madeline tomou coragem com todas a situação, e apesar de ter uma doença não é aquela personagem morta, já Oliver o modo como vi ele retratado no livro me estranhou um tanto, mas no filme me cativou mais, acho que vai da visão de cada um, e Madeline se apaixonar por ele logo de cara parece bobo, mas compreensível.

"A vida é um dom. Não esqueça de vive-la."

No livro a autora Nicola Yoon, mostra o que esta se passando por meio de como fosse um diário, com ilustrações, as conversas, tabelas dos remédios e cotidiano e tudo mais, e no filme é mais representativo mostrando as conversas que por chat com Oliver como se eles realmente estivessem em um local e um mundo imaginário deles, isso foi bem legal de ver, e não achei que o filme surpreenderia tanto, então tanto se você gosta de ler vai gostar quanto apenas ver o filme, vale a pena, uma leitura leve ou um filme a tarde.

E você já viu ou leu, o que achou? Me conta. Qual sua leitura mais recente?

You May Also Like

2 comentários

  1. Ah, coloquei ontem esse filme na minha listinha. Já tinha ouvido falar no livro mas ainda não o li. Estava com medo de ser mais uma daquelas histórias clichês onde uma parte do casal está doente. Fico feliz em saber que não é assim e por isso fiquei ainda mais interessada na leitura.

    Abraço,
    Parágrafo Cult

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fez bem em colocar ele em sua lista, é uma leitura bem leve por ser como um diário escrito por ela. Falou bem porque ele não é mais um dessas histórias não, a personagem toma uma inicitiva pra vida mesmo, ela não se conforma. Você vai gostar ;)

      Excluir