sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

PAUSA PARA O FILME: O PREÇO DO AMANHÃ

Contracenando juntos Amanda Seyfried e Justin Timberlake, neste filme a realidade é toda voltada a preocupação com o passar do tempo e com a perda dele onde cada milésimo de segundo é importante, como pode uma pessoa barganhar por mais tempo de vida?

Costumo gostar de filmes que retratem sobre o tempo, filmes com uma boa ficção me deixa fascinada, esses tipos de filmes sempre trazem verdades, já que o tempo é uma coisa presente, e que tanto nos preocupa, esses tipos de filmes em sua contextualização que é inserida nos trazem a olhar uma outra realidade.


O Preço do Amanhã nos mostra que quem pode mais, tem mais, o tempo é uma moeda de troca, é com ele que as pessoas compram qualquer coisa que precisam principalmente mais tempo de vida. O filme retrata tudo isso de uma forma muito interessante, aqui tempo é dinheiro literalmente, onde todos tem uma espécie de relógio digital inserido no braço que está sempre a vista, as pessoas pobres  trabalham por um tempo suado, existem também os ladrões que roubam o tempo, e os bancos de tempo. Em todo este universo onde o tempo é tão precioso, o que aconteceria a um homem operário com uma baixa expectativa de vida que conta os segundos que passa, quando salva a vida de um rico com mais de um século para gastar, e este homem da a ele todo o tempo que tem?

5 comentários:

  1. Konnichiwa!!

    T.T Nem me fale de tempo...
    Ultimamente ando correndo contra ele, tentando alcançar os meus bojetivos e sonhos. é se fosse só isso ... ainda tava bom..
    Mas de acordo que o tempo corre nos também vamos envelhecendo e isso me desespera T.T Se pudesse queria ser aparentemente jovem para sempre.

    Muito intenso essa historia, parece interessante.

    Tenho um convite : Tá rolando um sorteio de aniversario de dois anos em meu blog, gostaria muito que participasse. É só ir na pagina a primeira postagem e sobre sorteio, embora vou por o link aqui.

    https://www.facebook.com/Watashinosekaibykrol/photos/a.435191546686450.1073741828.408024429403162/706186586253610/?type=3&theater

    Kissu:***

    www.watashinosekaibykrol.com

    ResponderExcluir
  2. Hellou Caroline, acho que todos nós e seu comentário me fez me lembrar muito de quando eu era pequena e dizia pra mim mesma sobre o tempo ser engraçado as vezes estamos correndo dele e as vezes queremos agarra-lo para ele não correr. Uma hora quando vamos envelhecendo e vendo como tempo esta passando rápido vem a preocupação, mas acredito que o único jeito é deixar acontecer e aproveitar da melhor forma.

    ResponderExcluir
  3. Esse é aquele tipo de filme 'BLOW MY MIND' né? Eu gostei super, curto essas distopias que nada mais são que metáforas inspiradas na nossa vida real. :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Katherine no começo da uma enroladinha na cabeça sim, mas não é tão díficil de compreender a história com o caminhar do filme. Se gosta deste tipo de filme, assista esse ;)

      Excluir
  4. Gostei bastante desse filme, já assisti há algum tempo, mas a mensagem era mesmo muito boa e brutal. Essa coisa do relógio me lembrou agora de About Time, sabia que tinha visto algo parecido com os relógios no braço em algum lugar antes. Era nesse filme :)

    clubeasia.blogspot.com

    ResponderExcluir