sexta-feira, 30 de maio de 2014

[K-MOVIE] Introduction to Architecture


Então dreamers, como vocês estão? Eu tô bem, tirando o tempo que tem esfriado e minha alergia piorado, e com o tempo mais livre, agora posso me dedicar um pouco mais ao blog um pouquinho mais. Hoje pela primeira vez trago uma resenha de um filme pra vocês, você se lembra do seu primeiro amor?


Sinopse: Situado em cerca de 1994, este filme tem como alvo o público na faixa dos 30 que estavam experimentando o amor jovem, pela primeira vez na década de 1990. No entanto, este filme se refere a todas as gerações, uma vez que olha para o amor com um pouco de capricho, antecipação, e dor de cabeça.

Introduction to Architecture ou Architecture 101, foi um filme muito importante pra mim, não é o melhor nem meu favorito, e nem mesmo porque tem a diva Suzy nele ou algo assim, apesar de ela ter ganhando muitos prêmios por meio dele, não vou mentir ela influenciou a eu assistir, mas depois vi que a mensagem que o filme me passou, e o amor que os personagens sentiam era um motivo muito mais convincente para velo.


Nada tanto sobre arquitetura. A história do filme é bem simples. Yang Seo Yeong em um dia qualquer vai até o escritório de arquitetura de um ex-colega de faculdade, Lee Seung Min para reconstruir uma antiga casa de sua família na ilha Jeju, nos primeiros momentos ele insisti em não fazer o projeto, mais depois de alguns inconvenientes e blábláblá ele aceita.


Eles se encontram algumas vezes para discutir os progressos da casa, e cada um vai descobrindo como está sua vida no momento, que no caso ele está noivo, e ela divorciada, mesmo assim os encontros são casuais e alegres, só que vemos o clima pesado entre os dois, e em nenhum momento eles falam diretamente do passado. No decorrer do filme ao mesmo tempo mostrando o presente mostra-se o passado dos dois, principalmente o primeiro amor de Seung Min por Seo Yeong.


Aí temos os dois que interpretam a versão jovem de Seung Min e Seo Yeong, falando em Seung Min que foi o apaixonado fez um ótimo trabalho porque ele encarnou totalmente um personagem mostrando como difícil é e o quão maravilhoso é descobrir o primeiro amor, enquanto você assiste esse filme você pode próprio se ver quando está na situação, com aquele choque se sentimentos, como o embrulho em seu estomago ao falar com a pessoa amada, ou sentir as lágrimas escorrendo pelo seu rosto por um dia algo não acontecer como planejado.


Jo Jung Suk, i love this guy, desde que o vi em The King 2 Hearts amei sua atuação e nesse ele continua com a bela atuação mesmo fazendo o tipo de personagem diferente, espontâneo e brincalhão, com sua sua expressão facial e corporal. Ele realmente precisa estrelar seu próximo filme em breve.


FINAL:

Este filme não adora amor incondicionalmente mas respeita. Ela entende que o amor vai e vem e o quanto ele pode machucar, mas de qualquer modo vale a pena experimentar. O filme mostra que o primeiro ou qualquer amor deixa pegadas em nosso coração, mas não devemos deixar que essas pegadas se tornam buracos para um novo amor.

2 comentários: